Mãe zelosa e profissional bem sucedida

junho 24, 2008

É possível ser bem-sucedida na carreira e uma mãe cuidadosa ao mesmo tempo? A resposta é sim, mas desde que a mulher tenha clareza do que considera “ser bem-sucedida” nas duas empreitadas, consciente de que ninguém pode fazer tudo ao mesmo tempo.

 

É importante ter em mente que será preciso abrir mão de alguma coisa: quem trabalha em período integral, por exemplo, não poderá ir a todos os eventos da escolinha do filho.Para começar, liste todas as atividades relacionadas ao trabalho e à família, priorizando o que considera necessário ou desejado. Você faz questão de buscar seu filho na escola todos os dias ou sua meta é, nos próximos anos, tornar-se sócia da empresa na qual trabalha? A lista irá ajudá-la a identificar o que considera essencial para sua vida, o que deverá ser reorganizado e o que pode ser deixado para mais tarde. Em seguida, avalie quanto tempo e energia você precisa dedicar para cada item e quais você valoriza.

Reorganizando prioridades

Reorganize a lista, verificando se suas prioridades são compatíveis ou se exigem um esforço muito maior do que sua capacidade de realização. Veja este exemplo: uma jovem advogada optou por dedicar mais tempo para ficar com a filha do que assumir um cargo elevado no escritório em que atua. Com isso, pode trabalhar apenas durante a semana e, assim, reservar os fins de semana e feriados para passeios com a família. Essa opção permitiu que ela mantivesse a atividade profissional, mas com tempo para dedicar-se à maternidade.

 

Outro exemplo: uma médica, desejando completar sua formação em um hospital que abriria portas para sua carreira, mas que exigiria dedicação integral, recorreu à mãe, sogra e berçário para atender às necessidades de seu filho de oito meses, sem sobrecarregá-lo em demasia. Ele passava seis horas no berçário e os familiares se revezavam nos cuidados, fazendo até alguns plantões em sua casa enquanto a mãe cumpria turnos no hospital. Tal arranjo familiar colaborou para a realização profissional da médica e para o bom atendimento ao seu bebê.Vale a pena citar também outra experiência de pais muito ocupados que, preocupados com o bem-estar da filha de seis meses e impossibilitados de recorrer à família, acertaram um berçário em tempo integral sem, no entanto, alterar alguns hábitos de sono de seu bebê, principalmente pela manhã.

Para resolver as questões do horário de acordar, além do horário da entrada e saída da escola, contrataram uma pessoa de sua confiança para cumprir e acompanhar a rotina de cuidados, banho, roupa e alimentação de maneira que, ao chegarem em casa, às 19h, podiam completar os cuidados e dedicar atenção à filha. Hoje, a criança, que já completou três anos, está bem adaptada à escola e, apesar de sentir falta dos pais, não fica irritada com sua demora, expressando estar devidamente atendida e acolhida.

Eliminando, reavaliando ou postergando objetivos que se apresentem complicados demais, você terá em mãos a decisão sobre a sua vida. Estruture suas metas com maturidade, fazendo o melhor que puder com os itens excluídos de suas prioridades, sem arrependimento ou culpa. Isso irá ajudá-la a planejar a rotina de sua vida profissional e a de seu filho, sem que nada ou ninguém saia prejudicado.

Revisado por Lídia Maria Chacon de Freitas, psicóloga e educadora infantil.

 

 

Posts anteriores:

Atenção ao sapatinho

 

 

Cachorrinhos

 

 

Histórias & Aprendizado

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: